Orçamento matricial como ferramenta de controle

O mundo corporativo está cada vez mais engajado em maximizar resultados e o adequado planejamento orçamentário torna-se ferramenta primordial para esse fim.

Fatores como o atual quadro socioeconômico brasileiro, o crescimento do mercado, concorrência mais acirrada e crise econômica mundial, vem modificando o modo de gerenciar das empresas. As organizações estão procurando cada vez mais racionalizar seus processos para minimizar custos e aumentar seus resultados, e um dos métodos usados é o adequado planejamento orçamentário, com efetivo controle das despesas e otimização das receitas.

O orçamento é um importante instrumento de planejamento para empresa de qualquer natureza, representa o fluxo previsto de ingressos e de aplicação de recursos em determinado período. Ele tem como finalidade projetar em forma de valores e quantidades os objetivos listados no planejamento estratégico, servindo como base para o processo de tomada de decisão, mostrando-se, assim, uma ferramenta imprescindível para a gestão.

Para sua completa atuação, após o orçamento planejado e aprovado, é necessário o monitoramento e controle por período, comparando o que foi planejado com o que realmente está sendo executado, sempre de acordo com as responsabilidades atribuídas e compromissos com os resultados assumidos na fase da sua elaboração.

Neste contexto, citarei o orçamento matricial como uma ferramenta de gestão para o planejamento e acompanhamento orçamentário. O orçamento matricial além de funcionar como um importantíssimo instrumento no processo de alocação de recursos na fase de elaboração do orçamento, traz ainda como benefício indireto a antecipação de erros ainda na fase do controle orçamentário, tornando a correção muito mais rápida e eficiente.

A proposta do orçamento matricial é analisar e gerir as despesas e receitas não mais por centros de custos, como normalmente é organizado, mas pela visão cruzada de entidades e pacotes. As entidades são as unidades organizacionais da empresa e os pacotes são os grupos de despesas e receitas de uma mesma natureza.

O sucesso na implantação de orçamento matricial se inicia na sensibilização de todos os envolvidos para melhor prática de controle orçamentário e idealização a partir da cooperação de toda a empresa. A implantação precisa ser gerenciada por pessoas que entendam de mudança organizacional e do negócio da empresa, junto com todos os funcionários. É importante o comprometimento da alta direção, que deve ter uma visão clara e compartilhada da situação futura. A implantação deve contemplar os aspectos de um projeto de mudança organizacional. Após a implantação é preciso esforço contínuo por meio de treinamento, mobilização e comprometimento dos envolvidos.

A ideia é trabalhar de forma cooperativa e estratégica na busca pela melhoria contínua dos resultados da empresa e para alcance da sua sustentabilidade financeira, assegurando o cumprimento das metas e ações definidos no planejamento estratégico, utilizando os desvios ocorridos como uma excelente forma de aprendizado corporativo.

E sua empresa como faz para monitorar as despesas e receitas? Qual método utilizam? E quais resultados obtiveram neste controle? Vamos trocar conhecimento?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *